Qual o Papel da Análise de Água em Cervejarias?

Na arte da cervejaria, cada detalhe importa. Desde a seleção de ingredientes até o processo de fermentação, cada etapa desempenha um papel crucial na criação da cerveja perfeita. Um aspecto frequentemente negligenciado, mas essencial, é a qualidade da água utilizada. A análise de água na cervejaria artesanal não é apenas uma prática recomendada; é uma necessidade absoluta para garantir consistência, sabor e segurança em cada gole, além de ser exigida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

 

  • A Importância da Água na Cerveja

A água é a base da cerveja, compreendendo cerca de 90% de sua composição. Não é apenas um solvente para os outros ingredientes, mas também influencia diretamente o perfil de sabor, a clareza e até a textura da cerveja final. Portanto, entender e controlar a qualidade da água é fundamental para os cervejeiros artesanais que buscam a excelência em suas criações.

 

  • Reações Químicas na Cerveja

Durante o processo de produção de cerveja, ocorrem várias reações químicas complexas que são influenciadas pela composição da água. Por exemplo, na etapa de mosturação, o amido presente nos grãos de malte é convertido em açúcares fermentáveis, principalmente maltose, por meio da ação da enzima amilase. Esta reação é comumente referida como hidrólise enzimática do amido.

Para que essa reação ocorra de maneira eficiente, é necessário manter condições específicas de pH e temperatura. O pH ideal geralmente está na faixa de 5,2 a 5,5, enquanto a temperatura varia de acordo com as características desejadas da cerveja, mas normalmente permanece entre 62°C e 67°C. Caso a água utilizada possua uma alcalinidade excessiva, pode ocorrer uma elevação do pH do mosto, resultando na extração excessiva de taninos do malte, o que pode conferir à cerveja um sabor amargo e adstringente, ou mesmo causar uma diminuição na eficiência das enzimas, reduzindo a conversão do amido em açúcares fermentáveis.

Outro fator que influencia o meio reacional é a dureza da água, que se refere à concentração de íons de cálcio e magnésio. Esses minerais desempenham um papel significativo tanto na etapa de mosturação quanto na fermentação da cerveja. Por exemplo, o cálcio é necessário para a ativação de enzimas durante a mosturação, enquanto o magnésio pode influenciar a atividade da levedura durante a fermentação.

A compreensão da dureza da água é especialmente crucial ao elaborar estilos específicos de cerveja. Por exemplo, a famosa cerveja Pilsen da República Tcheca é conhecida por sua água extremamente macia, que ressalta a leveza e o frescor do estilo. Já as robustas cervejas inglesas, como as tradicionais Porter e Stout, demandam uma água com níveis mais elevados de sulfato e cloreto para realçar seus sabores encorpados e ricos.

Os sulfatos e cloretos são íons que impactam diretamente o perfil de sabor da cerveja. Enquanto o sulfato tende a realçar o amargor proveniente do lúpulo, o cloreto pode conferir suavidade ao sabor e realçar a sensação de corpo na cerveja.

 

  • Análise de Água e Ajustes

Realizar análises de água é uma etapa crítica no processo de produção de cerveja artesanal. Essas análises ajudam os cervejeiros a entender a composição química da água que estão utilizando, permitindo que ajustem e otimizem o perfil mineral conforme necessário para alcançar os resultados desejados em suas cervejas. Existem várias maneiras de realizar análises de água, desde métodos simples que podem ser feitos em casa até análises mais detalhadas em laboratórios especializados.

 

Uma empresa especializada em química desempenha um papel essencial na realização de análises de água para cervejarias artesanais. A Sinergia – Soluções em Tecnologia Química é um exemplo de empresa que emprega conhecimentos avançados para garantir a qualidade e adequação da água usada na produção de cervejas.

Na seleção de métodos analíticos, baseamos nossas escolhas nas características específicas da água e nas necessidades da cervejaria. Recomendamos e aplicamos técnicas como espectroscopia, cromatografia e titulação, permitindo uma avaliação precisa dos constituintes da água, como íons, minerais e compostos orgânicos.

Além de fornecer resultados analíticos, interpretamos os dados obtidos e oferecemos insights sobre como a composição da água pode afetar o processo de fabricação de cerveja, além de entregarmos um relatório com recomendações de melhorias que podem ser realizadas e oferecermos serviços de monitoramento contínuo da qualidade da água, permitindo que as cervejarias acompanhem as variações ao longo do tempo e ajustem suas práticas conforme necessário. Isso garante a consistência na qualidade da água e, por consequência, na qualidade final da cerveja.

 

Se você ficou interessado no serviço ou deseja saber mais, entre em contato conosco! Estaremos prontos para te ajudar!

 

Esquema do processo de produção da cerveja
Por: Samara Garcia

Gostou desse artigo?

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkdin
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário!